segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Quem sou eu !!!

Nunca me vi como os outros
Sou um erro da natureza
Palavras não me consolam mais...
Nem conselhos,me tiram da revolta
Desde criança esse mal me persegue
Sou triste,doente e louco...
Minha imagem provoca piedade e dó.
Odeio minha vida,odeio ser quem sou.
Vivo só,cultivo a solidão...
Ela é um balsamo para minha feridas
As pessoas inconscientemente me diminuem
A dor e a angústia me consomem
Vivo em um cemitério,caminho entre mortos
Sonhei que era feliz na noite passada
Mas os sonhos são doces ilusões
E a realidade é sempre amarga
Sinto saudades de um tempo que não vivi
Em minha vida há sonhos que nunca se tornam reais
Mas um dia fecho meu pranto e vou embora
Vou embora deste mundo cruel
E em uma morte sem sentindo
Como se nunca tivesse nascido...

13 comentários:

Pobre esponja disse...

Se voC~e não será como os outros, a culpa é da sociedade e não da natureza. Perente à natureza somos todos iguais, até que algum imortan nos desminta.
Isso aí

abç
Pobre Esponja

Emmy S. disse...

Caramba, foi você que escreveu?
muuuito foda, bem profundo, mas concordo com o comentário a cima, a culpa é da sociedade... o preconceito e a maldade no mundo fazem com que nos sentimos assim às vezes..

passa no meu depois
http://plushmoon.blogspot.com/

beijos

Rogerio disse...

eu imaginei em frente ao espelho lendo essas palavras...um espelho e uma garrafa de vodca nas maos...esta de parabens...

RAULINO.COM2 disse...

Oi, eu estou renovando minhas parcerias e gostei do seu site, quero propor parceria com vc, se interessar, coloque meu banner ou meu popunder no seu site, e pela quantidade de visitas enviadas tera ou o seu banner ou o seu link divulgado em nosso site, com certeza mais pessoas conheceram seu site.
Conheca nosso trabalho.
www.baixakynet.com

30 e poucos anos. disse...

A culpa não é nem da natureza e muito menos da sociedade ... se vc se considera um erro quem é que vai te aceitar?
Se vc mesmo não se reconhece e nem tenta, é possível que sua passagempela terra seja apenas como um coadjuvante

segundaparada disse...

Eh algo bem melancólico
e um pouco depressivo, não
é o tipo de escrita que mto
admiro, mas reconheço
que foi bem escrito e está
coeso! Temos
que admirar as diversas culturas!

Parabéns...

Sucesso!

Lucas Teixeira Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Matheus disse...

boa criatividade.
palavras legais.

tizy izumy disse...

nossa muito bom ^^
são seus verdadeiros sentimentos ??
se for não encare isso como um conselho pois sei que se vc levar como um não seguirá ^^ então não posso dizer que te compreendo cem por cento, mas na minha opinião vc devia provar a si mesma o seu valor , foda-se os outros idiotas se vc está no fundo do poço não tem mais como ficar pior ( a não ser a morte) então se destaque pq esse é o pior veneno para aqueles que sempre te diminuem ¬¬ (não ligue para quandu eles dizem bostas pra vc, não deixe eles vencerem acabe cm eles antes que eles acabem com vc ) mostre que te subestimaram, acabe com eles pelo seu orgulho depois no seu psicologico e por ulltimo fisicamente ^^ entao eles estarao acabados (eles são apenas casacas vazias então jamais se compararam a vc que tem tanto talento ok ) ¬¬ odeio pessoas que reprimem outras minha vontade e de acabar e humilha-las mas isso me faz pior que eles (mas o que seriam os herois se nao ouvessem os vilões nao eh??)
então era só isso ^^

saudeecompanhia disse...

Excelente o post!Melancólico, triste mas bom.

Renan Ogawa disse...

Todo mundo sabe como são os outros, mas ninguém se conhece realmente.
visite: http://renance.blogspot.com

keviin disse...

eu concordo plenamente
a culpa é da sociedade
que naum enxergam nossos sentimentos
e apenas pensam neles
eu sei que o mais difiçil é conquistar um espaço livre ,,sem preconçeito
mais um dia eles verão que estão errados

bolha disse...

É, também cheguei no fundo do poço. O medo da vida é pior que o medo da morte.Sei que conselhos são pouco válidos na prática, mas uma coisa que estou tentando manter é não ter filhos. Pois criado por mim e nesse meio ele estaria fadado a ser um idiota.A gente se separou da natureza, e daqui a pouco, seremos intocáveis, viveremos centenas de anos na insanidade.