sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Lugar perfeito para morrer


Caminho pelas ruas frias e sem vida
Que vai se esvaziando aos poucos.
Já que toda minha esperança
Me abandonou quando eu mais precisava.
Aqui está tão frio que não concigo nem me mover,
Aqui é o lugar perfeito para a morte,
Ninguem olha para a derrota hunana,
Ninguém se importa com uma mente doentia.
Então saia da minha vida
Me deixe ao menos morrer em paz,
Me deixe ao menos encontrar minha felicidade em outra vida.
Não posso e nem quero mais aguentar esse mundo sujo e cruel,
Não quero que as pessoas se preocupem por pena
Ou por que sabem se não fizer isso não ira pro céu.
Todos buscam cegamente por um caminho que nunca encontraram
Por que suas mentes estão cegar para ver a verdade.
Está tão frio aqui que posso sentir meus ossos estalando conforme eu mexo
Aqui é o lugar perfeito para a morte
Aqui ninguém ousaria vir por que temem aquilo q não conhece...
A morte.

5 comentários:

Conexaoleo disse...

Interressante o texto :

Cão Pelado disse...

Cruz Credo...rs
Gosto mto de textos das trevas não...por isso não gostei, acho negativo...mas gosto é gosto né..rs

Lincoln disse...

Todas suas poesias são muito boas!
Parabéns!

seuvicio disse...

Ruas não se esvaem, se quis dizer outra coisa disse errado. Aprenda a usar pronome reflexivo. Aprenda um monte de outras coisas...

Branca disse...

Nem liga...tem gente que não entende nada de poemas nem de sentimentos nem de palavras... continue escrevendo do seu jeito e estilo pois escreve muito bem!!!

bjinhos