quarta-feira, 24 de junho de 2009

Procuro por você

“Olho para o céu
Vejo as estrelas
E a lua tão formosa
Em meio as nuvens

Sentado aqui
Neste canto escuro
Vejo pessoas felizes
Muitas gargalhadas

Me pergunto
Será que é de felicidade?
Ou de tristeza?
Por quê?

Pergunto-me muitas vezes
por quê?
Somente por quê?

Mas vejo que não sei de nada
Isolado do mundo
Me entrego a noite
Carregue minha alma para onde quiser

Mas a única imagem que consigo ver
É a tua
Meu anjo
Cade você?

Procuro-lhe por todas as noites
Mas a única coisa que encontro
É um vazio
A distancia!

Embebedo-me e durmo
Pois em sonhos
Eu sei que poderei lhe ter!”

13 comentários:

Thaís disse...

Belo Poema. Adoreii seu blog

Bjus

MUD disse...

loco o poema, seu blog tbm tem um belo visual !

parabens !

http://deposito66.blogspot.com/

Rosangela A. Santos disse...

é letra de musica??

ficou ótimo ..

Abç

Luan disse...

Muito bom o poema.
Apesar de alguns erros gramaticais, o poema em si está bom. Consegue passar a mensagem.

Wander Veroni disse...

Puxa vida, o poema até parece letra de música.

Abraço

Wanessa Lins disse...

É música? Realmente parece!
Belissimo!

;**
Beijos




http://wanessalins.blogspot.com

diegudinho disse...

O poema em si está ótimo, é de vossa autoria? Bom, virei teu seguior não só pela brincadeira do orkut, mas porque realmente adorei teu blog. Vampiros chamam muito a minha atenção, coisas obscuras, etc. Me visite, acho que gostara!
http://dmscontos.blogspot.com/

jmagno disse...

pintinho gótico *.*

kikinhah disse...

Lindo... Adorei!
Psaa no meu tbm.
BjOs^^

Edu disse...

Parece uma letra mesmo, tem sonoridade

Danillo Gómez disse...

olá caro amigo blogueiro,

estou aki para lhe informar que nomeu blog [que é de poesias]está havendo uma promo de um sorteio de um livro!

participa lá> http://danillocara.blogspot.com/2009/06/sorteio-parceria-com-salesiano.html

Mitty disse...

Eu tb espero encontrar um amor nos meus sonhos...pq ele não está aki comigo...

tem uma música que expressa bem isso...se puder ouça: Deixo-Ivente Sangalo.

belíssimo poema!

Fábio Flora disse...

Os poemas têm mérito, mas giram sempre sobre o mesmo tema, ou têm a mesma atmosfera. Arrisque-se nas próximas vezes! Saia da escuridão! Abraços e sucesso com o blog!