quarta-feira, 3 de junho de 2009

um anjo traido

"Um anjo traído
na sua torre calada
suas penas caíram
sua chama foi apagada

No topo da torre
o anjo foi confinado
com sua espada marcada
pelo sangue dos seus odiados

Asas molhadas
o anjo não pode voar
depois de tanto chorar
ele é incapaz de sonhar

O anjo da mágoa
só sabe sofrer
na torre de lágrimas
ele não sabe o que fazer

Sem uma das asas
ele não pode se libertar
porque você não me abraça
e vamos juntos voar?"

7 comentários:

Wanessa Lins disse...

Você que escreve? Muito lindo! :))

Sucesso com o blog!


;***

Beijos


http://wanessalins.blogspot.com

Fábio Flora disse...

Um anjo traído, um anjo da noite, um anjo da música, um anjo torto, desses que vivem na sombra?...

jaka disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aflaudisio Dantas disse...

um poema bem espirituoso
sucesso

jaka disse...

Quando Eu Nasci
Um Anjo Torto
Um Anjo Solto
A Um Anjo Louco
Veio Ler A Minha Mão
Não Era Um Anjo Barroco
Era Um Anjo Muito Solto
Louco, Louco, Muito Doido
Com Asas De Avião
E Eis Que O Anjo Me Disse
Apertando A Minha Mão
Entre Um Sorriso De Dentes:
Vai Bicho
Desafinar O Coro Dos Contentes.

Felipe Santos e Camila Alvarez disse...

meio mórbido, meio esperançoso...
estranhamente gostoso de ler...hehe
mto bom o texto...
parabéns...

tenho um blog de poesias tb...
www.felipepensador.blogspot.com

bjos

avassaladorasrio disse...

Querida amiga avassaladora...
definitivamente, voce vai amar as poesias de Poe.. procure e depois me diga ok.