terça-feira, 30 de junho de 2009

Esquecimento




Derramarei a ultima gota vermelha
na estrada da ilusão
deste sangue que goteja
demarcando uma paixão.

Cada gota um esquecimento em
cada esquecimento ,uma dor...
em cada dor um pedido de socorro,
em cada gota o amor.

Brotará neste chão manchado
rosas negras repletas de espinhos,
que se alimentarão de cada gota do meu
sangue gotejado no caminho.


Gota por gota
respingando em desalinho
regando as rosas negras
que brotaram no caminho.

Cada gota um esquecimento,
em cada esquecimento uma cicatriz,
das rosas negras que brotaram dentro
do meu peito, criando tua raiz ...........

10 comentários:

Pobre esponja disse...

Rima bem, tem uma batida gostosa... sou poeta também.

abç/parabéns
Pobre Esponja

kleber marcellino disse...

forte suas poesias! gosto muito deste estilo, prometo voltar com mais calma e ler as outras!

Djoni Filho disse...

adorei seu blog. gosto de poesia, de clima sombrio e sentimentos profundos. O seu une os 3. agora sou seu seguidor. Sinta-se convidada a participar de meus dois blogs:

http://pactodevida.blogspot.com

e

http://deliriosdeumsonhador.blogspot.com

bjão

JOão Victor disse...

Sombria essa poesia...
Aliás,
macaabro esse blog! hihi
Mas legal a poesia... tem a batida gostosa mesmo já mencionada acima"

Tbm sou poeta =) Não tão obscuro, mas se puder dá uma passada lá.

http://listadeideias.blogspot.com

Carlos disse...

Agora que estou te seguindo, ficara mais fácil de acompanhar os seus post.

Obrigado pelo o espaço e até mais.

Bananada é 10 disse...

noossa

mt legal as poesias suas

curtie



www.bananadae10.blogspot.com

Tiago Dadazio disse...

MEIO GÓTICO NÉ! :D

Thaís disse...

Adorei suas poesias, mtoo boas

bju

Gecko disse...

Gostei de seu poema... combinou com a imagem da rosa negra!

Lívia Kanemoto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.