terça-feira, 21 de abril de 2009

Cabana da morte




Na calada da noite, a morte aparece para conversar comigo.
Segredos, mistérios, susuros, cochichos você pode escutar.
Naquela cabana pequena, escura, fria lá abita a morte.
Há visos pela estrada você pode ver.
Cuidado aqui abita a morte! O seu fim.
Não se aproxime.
A curiosidade e maios que a razão, que o medo.
Então segui em frente e vê o que te espera lá.
O caminho fico mais ardo a cada passo, um passo em falso e é o fim.
Conseguindo chega à porta admirada porte conseguido.
Ouvi lamentos do outro lado da porta.
Almas vagão no jardim morto em volta da casa.
Árvores totalmente sem folhas.
Andando em volto da cabana vê que a um cemitério ao redor.
Assustado tenta fugir.
Mas é tarde as placas avisaram que era o seu fim.
A morte em sua direção diz:
Você agora meu servo, tua curiosidade e falta de coragem para me enfrentar te fez fraqueza e o prazer se tornou medo por isso te tomo para sempre.
A morte te venceu.
E a lenda da cabana continua!
Seja forte, corajoso e enfrente a morte quando se vê cara a cara não abandone o seu prazer pelo medo nem o seu querer pela fraqueza, vá em frente e encare a morte acabe com a lenda!


A cada dia o medo te corrói mais e mais...

8 comentários:

INFORMIX disse...

uuall seu blog é muito daszóra..
legal pra caraca..
parabéns pela criatividade..

Entra em SEGUIR No meu ai se puder,
informixinformatica2.blogspot.com

Abraços

Sóda Games disse...

Tenebroso demais.

Parabens pelo seu blog, esta com o layout incrivel. Parabens e sucessos.

Otimização de recursos e serviços.
http://menosbits.blogspot.com/
O jeito inteligente de se usar a internet.

Anônimo disse...

Nossa!!! Lenda forte mesmo... deu medo!!!!

luiz disse...

posso fala adoro vim aki
seu poemas medão medo
kkkkkkk
muito legal

se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/

orlando83 disse...

Sombrio...

Bom post, diferente, gostei :)

Mr. HaG disse...

Um tanto quanto sinistro o poema. mas bonito. Daria uma boa música, sombria e alucinante.

Gostei bastante!

http://diegoahg.blogspot.com

kekedascully disse...

Sombria a narrativa. Dá medo.

Nat Valarini disse...

Olá!

Poesia não é para qualquer um, ainda mais se for algo tão gótico!

Mas você domina bem este estilo, tem talento e conseguiu desenvolver um bom texto.

Kiso!