quarta-feira, 1 de abril de 2009

lagrimas de sangue

Sinto que minhas asas se quebraram
E elas me põem abaixo
Todos meus sonhos estão se despedaçando
Rastejando por aí..
Sinto por dentro as palavras não ditas
Isso fere meu coração
Minha alma chora lágrimas de sangue
Procurando um lugar onde posso me esconder
Onde não irei mais sofrer
Por entre os túmulos,
Estou a caminhar
Incerta
Ansiosa
Sem saber direito para onde ir
As trevas me chama
Meu coração clama
Meu corpo incendeia-se
Só em pensar que você está para chegar
Meu desejo torna-se incontrolável
Só em saber
Que nas trevas vou te encontrar
Na solidão do dia-a-dia
Onde é o meu lugar...

7 comentários:

Vanda disse...

Bem "dark" rsrsrsr... mas gostei

beijão, se quiser me visitar:

http://planetadablogueira.blogspot.com/

antoniopimenta disse...

Espero que consiga encontrar um lugar para finalmente descançar

Abraços

Mafia171 disse...

bem sinistro seu blog
hehe

KGeo disse...

uma verdadeira definição de lagrimas de sangue

Ghosturbo disse...

Muito bom o poema, tem uma idéia legal de dor, mas parece algo mais profundo do que uma dor simplesmente superficial.

______________
http://blogdoignorante.blogspot.com/

Humor escrachado. Veja aqui o que você sempre quis dizer.

KGeo disse...

eu gosto do estilo dark do site, eu acho esse estilo muito massa

╬ Nothing has sense ╬ Felipesfr disse...

sim..
estamos voando, então.. algo, alguem, nós mesmos.. o acaso.. corta nossas asas e caimos uma queda livre... sem nada para nos segurar...

e é a escuridão que nos chama.. para termos que fazer o que de fato é necessário.. enfrentar nossos demonios sozinhos

"Que nas trevas vou te encontrar
Na solidão do dia-a-dia
Onde é o meu lugar... "

é ali.. q vamos penando.. e vendo toda a superficialidade das relações.. e vamos nos envolvendo em nós mesmos.. as trevas com o tempo vai nos ensinando..

perfeito..